UMN

Programas e Projectos de Extensão

 

 

POLÍTICA DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA NA UMN

 

1.  APRESENTAÇÃO

As mudanças no mundo contemporâneo conferem às Instituições de Ensino Superior (IES) um papel estratégico no desenvolvimento das sociedades. A Universidade Mandume Ya Ndemufayo (UMN), diante dessa realidade, em consonância com sua missão e considerando as directrizes nacionais para as IES públicas, propõe-se aplicar a sua Política de Extensão Universitária, articulada com o ensino e a pesquisa.

A Política de Extensão Universitária na Universidade Mandume Ya Nemufayo estabelece as bases conceitua, princípios, directrizes e objectivos que devem orientar as acções de Extensão Universitária na UMN. Com a sua aprovação em Conselho de Direcção Extraordinário, realizada no dia 22 de Outubro de 2015, estão criadas as condições para a concretização e a institucionalização da Extensão Universitária, por meio da consolidação da sua Política de Extensão. Assim, todos os processos de regulação, normalização avaliação e selecção  dos projectos e demais acções de extensão no âmbito da UMN devem ser orientados por esta Política.

 

2. DIRECTRIZES PARA A EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA NA UMN 

2.1  Indissociabilidade Ensino, Pesquisa e Extensão

A indissociabilidade é um dos princípios fundamentais e que caracteriza a autêntica Extensão Universitária. O fazer académico intitula-se como tal quando vê o ensino, a pesquisa e a extensão como actividades que no interior da Universidade  são capazes de interagir e se complementar. Pesquisa e extensão relacionam-se quando a produção do conhecimento é capaz de contribuir para a transformação da sociedade; ensino e extensão, quando se compreende que a aprendizagem se constrói na experiência, tendo discentes como sujeitos do acto de aprender; e a extensão, enquanto tal, propõe-se a interagir com a sociedade, sendo elemento essêncial para operacionalizar a relação teoria e práctica.

Nesse sentido, buscar metodologias de pesquisa e de ensino que privilegiem a inserção na realidade e transformação desta é tarefa para se garantir a indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão.

2.2 Interdisciplinaridade

A Extensão Universitária é um dos espaços que melhor pode propiciar a realização de actividades académicas de carácter multi, inter e transdisciplinar, manifestas na  interacção e inter-relação entre instituições, profissionais, estudantes e professores. Assim, a Extensão Universitária, na UMN, deverá ser entendida como processo integrado ao ensino e à pesquisa de modo interdisciplinar, que possa ser realizada por meio de actividades permanentes e/ou temporárias, de caráter educativo, cultural, artístico e/ou científico, desenvolvidas mediante acções sistematizadas e voltadas a questões sociais relevantes. Esta postura poderá contribuir para a nova forma de tratar, produzir e socializar o conhecimento de forma integrada.

2.3. Impacto da Extensão Universitária na Sociedade

A Extensão Universitária é uma das funções académicas  da Universidade Mandume Ya Ndemufayo que deverá ser vista  numa relação de reciprocidade com a sociedade estabelecendo  alianças entre o saber empírico e o académico, integrando a produção e a sistematização do conhecimento como um processo de aprendizagem significativa. Nesse contexto a extensão universitária será promotora da integração ensino, pesquisa e extensão desenvolvendo uma formação académica completa, que integre teoria e prática numa comunicação com a sociedade e possibilite uma troca de saberes entre ambos. Através dessa acção deverá acontecer a socialização e construção de novos conhecimentos. Assim, as acções de Extensão Universitária deverão buscar uma relação social de impacto, ou seja, estabelecer uma relação entre a Universidade Mandume Ya Ndemufayo e outros sectores da sociedade, com vista a uma actuação transformadora, voltada para os interesses e necessidades da maioria da população, buscando superar desigualdades, garantir diversidade, evitar exclusões, implementar e contribuir para o desenvolvimento regional  e desenvolver as políticas públicas definidas pelo Poder Executivo Central e em sintonia com os Governos Provinciais da VI Região Académica.

2.4 Interação Social

A Extensão Universitária na UMN deverá desenvolver relações entre a Universidade e outros sectores da sociedade marcada pelo diálogo e pela interacção com a sociedade onde está inserida (Províncias da Huila e Namibe), privilegiando metodologias que busquem a participação de todos os agentes envolvidos e a troca de saberes, superando  o discurso da hegemonia académica. Escutar, compreender, discutir, buscar inovações, criar novos conhecimentos são possibilidades e oportunidades para todos que participam do processo, sem visões hierárquicas de conhecimento, mas compreendendo-os  como diferentes e, ou distintos. A Extensão Universitária possibilitará, assim,  a produção de conhecimento como resultado do confronto com a realidade e a participação da sociedade, ocorrendo a troca entre o saber sistematizado e académico e o saber popular.

 

3. OBJECTIVOS  DA EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA NA UMN


A extensão universitária como prática académica na UMN  tem por objectivos:

1º- Favorecer a reformulação do conceito de "sala de aula", que deixa de ser o lugar privilegiado para o acto de aprender, adquirindo uma estrutura ágil e dinâmica, caracterizada pela interacção recíproca de professores, estudantes e sociedade, ocorrendo em qualquer espaço e momento, dentro e fora dos muros da universidade;

2º- Contribuir para o aprimoramento das concepções e prácticas curriculares, propondo a inserção das acções de extensão universitária como componentes extra-curriculares e integradoras da formação profissional e cidadã;

3º- Incentivar a criação de Núcleos Temáticos de Extensão junto às Unidades Orgânicas da UMN;

4º- Estruturar diferentes núcleos de extensão na UMN, que atendam prioritariamente as Áreas Temáticas e Linhas de Extensão Universitária definidas em cada Unidade Orgânica da UMN;

5º- Estabelecer parcerias com as escolas públicas de ensino secundário nas cidades do Lubango e Namibe, em particular, e da Região em geral, promovendo acções de extensão que qualifiquem a escola e o ensino público;

6º- Enfatizar a utilização de tecnologia disponível para ampliar a oferta de oportunidades e melhorar a qualidade de ensino;

7º- Possibilitar novos meios e processos de produção, inovação e transferência de conhecimentos, permitindo a ampliação do acesso ao saber e o desenvolvimento tecnológico do País.

8º- Assegurar a relação bidirecional entre a Universidade Mandume Ya Ndemufayo e a sociedade onde está inserida, de modo a ampliar e aprofundar as relações entre a UMN e outros sectores da sociedade da VI Região Académica, tendo como objectivo contribuir com alternativas de transformação da realidade no sentido da melhoria das condições de vida das populações e do fortalecimento da cidadania dando prioridade às práticas voltadas para o atendimento de necessidades sociais emergentes, como por exemplo: as relacionadas com as áreas de educação, saúde, habitação, produção de alimentos, combate à pobreza, geração de empregos e ampliação da renda, actuando em conjunto com o Executivo Angolano e com as Organizações da Sociedade.

9º- Fomentar o estabelecimento de programas e projectos de extensão universitária vinculados a realidade local, regional e nacional, reconhecendo como acções prioritárias os de carácter local e regional;

 10º- Inserir o desenvolvimento sustentável social, económico e ambiental  como componentes da actividade  de extensão universitária;

11º- Valorizar os programas de extensão universitária interinstitucionais, sob a forma de consórcios, redes ou parcerias e as actividades voltadas para o intercâmbio e solidariedade nacional e internacional, como garantia de manutenção do carácter público da UMN;

12º- Considerar as actividades que visam ao desenvolvimento, à produção e à preservação cultural e artística como relevantes para a afirmação do carácter nacional e de suas manifestações regionais;

 

4. ESTRATÉGIAS E ACÇÕES

Em consonância com as directrizes e os objectivos da Extensão Universitária na UMN serão adoptadas e efectivadas as seguintes estratégias e acções :

1º-  Institucionalizar a extensão universitária como actividade prática académica através de programas/ projectos de extensão de natureza diversa, nas Unidades Orgânicas da UMN;

2º-  Estimular as Unidades Orgânicas da UMN para a definição de linhas prioritárias de Extensão Universitária, inspiradas nesta política;.

3º- Implementar o sistema de registo das acções de extensão universitária na UMN tendo o mesmo como banco de dados oficial para efeitos de relatórios e informes, internos e externos;

4º- Desenvolver mecanismos de valorização da extensão universitária nos processos de selecção e progressão funcional;

5º- Incrementar instrumentos de divulgação das acções de extensão universitária no interior da UMN e fora dela;

6º- Criar um evento de Extensão Universitária em cada Unidade Orgânica com periodicidade anual, voltado à troca de experiências , avaliação e interacção, com a participação das comunidades interna e externa;

7º-  Instituir um sistema de avaliação da extensão universitária da UMN;

 

Contactos

  • Telefone:  261 225 041

Newsletter

Início Cooperação e Extensão Programas e Projectos de Extensão