UMN

NOTA DE CONDOLÊNCIAS

1 NOTA DE CONDOLÊNCIAS

Notas de Condolências provenientes do Gabinete do Magnífico Reitor da Universidade Mandume Ya Ndemufayo, endereçadas a Comunidade da Sexta Região Académica, ao Governo Provincial do Cunene e a Família, pelo passamento físico do Prof. Doutor António Didalelwa, Governador Provincial do Cunene e Ex. Vice-Reitor do Centro Universitário da Huíla.

Ler Nota de Condolências à FAMÍLIA DO Prof. DOUTOR ANTÓNIO DIDALELWA

Ler Nota de Condolências ao GOVERNO PROVINCIAL DO CUNENE

 

1 NOTA DE CONDOLÊNCIAS GERAL

 

UMN - Excelência no Processo de Ensino e Aprendizagem é a Meta

AS Reitoria 42

O Magnifico Reitor da Universidade Mandume Ya Ndemufayo discursou, na Cerimónia de Outorga de Diplomas aos Licenciados e Bacharéis que teve lugar no Pavilhão Multiusos da Nossa Senhora do Monte, no dia 25 de Agosto de 2016.

O Professor Doutor Orlando Manuel José Fernandes da Mata destacou, na sua intervenção a tradição académica das Províncias da Huíla e Namibe e definiu como metas da UMN, Instituição que conta com sete anos desde a sua fundação em 2009, assegurar uma formação profissional de excelência e garantir a capacitação de quadros altamente qualificados, no âmbito do Plano Nacional de Formação de Quadros.

LER EXTRACTOS DA INTERVENÇÃO DO MAGNÍFICO REITOR DA UMN, DURANTE A CERIMÓNIA DE OUTORGA DE DIPLOMAS AOS BACHARÉIS E LICENCIADOS.

AS-Reitoria 79  AS-Reitoria 74  AS-reitoria canudos

A cidade do Lubango, capital da província da Huíla é uma cidade universitária por excelência com características tradicionalmente académicas, este ambiente académico, o clima, o dinamismo da sua juventude, entre outros factores, fazem dela uma cidade com excelentes condições para se estudar, condições estas também extensivas a província do Namibe - Terra da Felicidade.

Assegurar uma formação profissional de excelência e garantir a capacitação de quadros altamente qualificados, é a meta do Plano Nacional de Formação de Quadros. Contribuindo para este desiderato, o presente acto corresponde ao alcance de um dos principais objectivos da UMN, que tem como missão produzir e difundir conhecimentos, para formar cidadãos e profissionais qualificados, empenhados no desenvolvimento sustentável de Angola.

Dizia muito recentemente Sua Excelência, o Engenheiro José Eduardo dos Santos, Presidente da República de Angola, que “investiu-se muito na massificação do Ensino Superior no nosso País, e agora temos que apostar na qualidade”.

A Universidade como centro de excelência, docência, cultura, profissionalização e desenvolvimento social, é um potencial de inovação social, de desenvolvimento pessoal, promoção social e desenvolvimento científico e tecnológico.

A realização desta cerimónia de graduação, reveste-se de particular simbolismo para a nossa Instituição, pois, é marcada pela emissão dos primeiros Diplomas com a chancela da UMN, marcando uma nova era nesta Universidade com a chancela do seu próprio logótipo, estando a UMN de parabéns por este feito.

Transcorridos cerca de sete anos desde o início das suas actividades em 2009, hoje vivemos mais um momento de júbilo, com a consciência de mais uma missão cumprida, com o lançamento de um total de 692 quadros, entre bacharéis e licenciados para o mercado de trabalho.

Este feito é o resultado do empenho e dedicação de toda a comunidade académica da UMN, sem descorar a sempre prestimosa colaboração das instituições parceiras que se mostraram sempre disponíveis, em ajudar desde os primeiros momentos a nossa Universidade, com particular destaque para os Governos Provinciais da Huíla e do Namibe, bem como de algumas Empresas Públicas e Privadas sediadas nas capitais provinciais da Sexta Região Académica, no sentido de proporcionar o melhor ambiente para a execução do processo de ensino e aprendizagem preconizado pela nossa Instituição.

Apesar do reconhecimento e do trabalho notável desenvolvido nos poucos anos de existência da UMN, estamos conscientes da complexidade dos muitos desafios que ainda temos por ultrapassar. Assim, na perspectiva da implementação de uma Instituição de Excelência, no que concerne ao Processo de Ensino e Aprendizagem, a UMN deverá assumir como principais desafios os seguintes:

  • O aprimoramento e implementação de um sistema de garantia de qualidade do ensino, tendo como propósitos a continuidade da preservação da produção e da difusão da cultura do conhecimento científico, promovendo relações privilegiadas com instituições de referência, procurando atrair os melhores professores, estudantes e investigadores e garantir-lhes condições para um pleno desenvolvimento das suas capacidades e talentos;
  • Dotar os estudantes com habilidades e competências exigidas pelo mercado de trabalho. Daí, a necessidade de um melhor acompanhamento dos processos de avaliação dos Planos Curriculares dos cursos ministrados na UMN, identificando as áreas de formação prioritárias para o desenvolvimento da Sexta Região Académica em particular, e do País em geral, tendo em conta o Plano Nacional de Formação de Quadros.
  • Apoiar, desenvolver e consolidar os cursos de Mestrado recentemente autorizados pelo Órgão de Tutela;
  • Trabalhar para a criação de novos cursos de especialização e Mestrados a nível da UMN, em função das necessidades de desenvolvimento da Sexta Região Académica e, naturalmente começarmos a pensar em criar programas de Doutoramento;
  • Trabalhar e incentivar a criação de Centros de Investigação Científica e Pós Graduação, nas Unidades Orgânicas da UMN, passando por um investimento substancial nas nossas infraestruturas laboratoriais, bem como na aquisição e actualização do acervo documental das nossas bibliotecas;
  • Apostar na formação contínua dos docentes, para além de institucionalizarmos a Extensão Universitária, através da consolidação da Política de Extensão já aprovada pela nossa Instituição;

O Vosso talento, a força de vontade e a persistência trouxeram-vos até aqui e hoje são bacharéis e licenciados pela UMN. Faço votos de que esta vitória seja o início de muitas outras conquistas, e deverá conferir-vos a partir de agora a capacidade e o gosto de continuardes a estudar e a investigar e acima de tudo deverá conferir-vos a liberdade e a autonomia de saber aplicar às situações concretas da vida, aquilo que aprendeste durante estes anos de formação universitária, bem como ireis aprendendo ao longo da vida.

Estou convicto de que esta vossa conquista vai impulsionar outras buscas e abrir novos horizontes sempre apontando para um futuro melhor e mais luminoso.

Que os momentos vivenciados ao longo da vossa formação na UMN, venham a constituir uma mais-valia para o vosso desenvolvimento pessoal e profissional, ao entrarem no mercado de trabalho e naturalmente serem inseridos na sociedade.

O facto de serem parte de mais um grupo de Bacharéis e Licenciados da UMN, implica uma responsabilidade acrescida da vossa parte, pois sereis o testemunho da qualidade da formação ministrada por nós, a ser confrontada com as expectativas do mercado de trabalho e da sociedade em geral.

Agradeço aos pais e familiares, que para fazerem essa aposta em vocês e na UMN, tiveram que fazer sacrifícios e renunciar a tanta coisa para chegar até este momento. A educação é um bem inalienável, por isso, creio que vocês não se arrependerão e que logo perceberão que valeu a pena, pois, o tesouro que carregam agora não tem preço. O investimento feito em vocês ninguém poderá tira-lo. O conhecimento adquirido por vocês ninguém poderá apagar, e a experiência feita por vocês é uma senha para a vida.

Parafraseando Platão cito: «a coisa mais indispensável a um homem é reconhecer os usos que deve fazer do seu próprio conhecimento»

Para terminar, em nome do Colégio Reitoral, de toda a Comunidade Académica da Nossa Universidade e em meu nome pessoal, endereço aos recém graduados, votos de sucesso nesta nova etapa da vossa vida. São vocês os herdeiros do legado de tantas gerações heroicas da nossa bela Pátria.

A UMN é a vossa Universidade, a sociedade angolana espera muito de vocês.

Parabéns e muito êxito.

Contactos

  • Telefone:  261 225 041

Newsletter

Início Úteis Notícias e Eventos