UMN

MINISTRA DO ENSINO SUPERIOR DESTACA PAPEL DAS UNIVERSIDADES NA PRESERVAÇÃO DO PATRIMÓNIO HISTÓRICO DO ESPAÇO LUSÓFONO

 

DSC 0148

Ministra do Ensino Superior Prof. Doutora Maria do Rosário Branaça Sambo

Falando na Cerimónia de abertura do XXVIII Encontro da AULP, a Prof. Doutora Maria do Rosário Bragança Sambo enquadrou a candidatura da Universidade Mandume ya Ndemufayo para albergar o nos esforços que país tem estado a desenvolver, com o objectivo de proporcionar às suas Instituições de Ensino Superior, a oportunidade de estarem ligadas às suas congéneres da lusofonia, criando um ambiente recíproco de vantagens nos domínios académico, científico e de extensão.

A mais alta responsável pelo Subsistema do Ensino Superior no País destacou que a preservação do património histórico é um assunto que tem merecido uma atenção especial no mundo inteiro, facto que não é excepção nos Países de Língua Portuguesa, "tendo nesse sentido, o Presidente da República de Angola, João Manuel Gonçalves Lourenço constituído uma comissão interministerial para a salvaguarda do património cultural nacional, mostrando a importância que dedicamos à essa questão" disse a responsável.

Para a Prof. Doutora Maria do rosário Bragança Sambo, a escolha do tema «PATRIMÓNIO HISTÓRICO DO ESPAÇO LUSÓFONO – Ciência, Arte e Cultura», é também uma demonstração de que, o Sistema de Ensino em Angola, particularmente o Subsistema de Ensino Superior, e os Sistemas de Educação e Ensino Superior de todos os países que compõem a Comunidade de Países de Língua Portuguesa, têm priorizado nas suas actividades académicas, científicas e de extensão, questões ligadas ao Desenvolvimento Sustentável, procurando promover a diversidade cultural, a preservação do patrimônio cultural e natural, a difusão da cultura científica e a consolidação da unidade entre os países membros da comunidade lusófona, por meio da ciência, da língua da cultura e da arte.

A Ministra do Ensino Superior Ciência, Tecnologia e Inovação deu ênfase a entrada de Angola para a Lista do Património Mundial da UNESCO, com a iclusão do Centro Histórico de Mbanza Congo, “é-nos pois de grande interesse continuar a desenvolver acções, com o intuito de identificarmos mais elementos, que nos proporcionem a oportunidade de paulatinamente aumentarmos a nossa representatividade, em termos de património nessa lista, e, para tal, contamos com os esforços dos académicos e investigadores nacionais, e com a colaboração dos nossos parceiros, dirigindo-me hoje particularmente aos da lusofonia aqui presentes”, disse.
O Encontro da Associação das Universidades de Língua Portuguesa decorreu no Lubango de 18 a 20 de Julho do corrente ano, organizado pela Universidade Mandume ya Ndemufayo.

DAVID ANJOS CAUNDA

 

Contactos

  • Telefone:  261 225 041

Newsletter

Início Úteis Notícias e Eventos MINISTRA DO ENSINO SUPERIOR DESTACA PAPEL DAS UNIVERSIDADES NA PRESERVAÇÃO DO PATRIMÓNIO HISTÓRICO DO ESPAÇO LUSÓFONO