UMN

Escolas Superiores Politécnica e Pedagógica de Ondjiva voltarão para a tutela da Universidade Mandume ya Ndemufayo

 

IMG 2827Vigílio Tyova - Governador do Cunene

 

 

A informação foi prestada pelo governador provincial do Cunene Vigílio da Ressurreição Chova, durante o acto de abertura das comemorações dos 34 anos de ensino do Direito na Lubango e dos 10 de criação da Faculdade de Direito da UMN. Segundo Vigílio Tyova existem garantias quer da Presidência da República, como da Reitoria da UMN para que as Escolas Superiores Pedagógica e Politécnica de Ondjiva voltem para a UMN. As razões para o retorno residem, segundo disse o governador provincial do Cunene, no facto de existir uma maior proximidade geográfica entre as províncias do Cunene e da Huíla, por um lado, e por outro pelo facto do patrono da UMN ser um soberano de um antigo reino que se edificou na região geográfica da província do Cunene. Vigílio Tyova enalteceu ainda o facto de que grande parte dos quadros do Cunene se terem formado nas Instituições de Ensino Superior da Província da Huíla.

Foi no ano de 2014 por via do Decreto Presidencial nº 188/14 de 4 de Agosto que a Universidade Mandume ya Ndemufayo foi redimensionada passando a abranger apenas as províncias da Huíla e Namibe, passando as Unidades Orgânicas das províncias do Cunene e Cuando Cubango a fazerem parte da então criada Universidade Cuito Cuanavale.

 

Contactos

  • Telefone:  261 225 041

Newsletter

Início Úteis Notícias e Eventos Escolas Superiores Politécnica e Pedagógica de Ondjiva voltarão para a tutela da Universidade Mandume ya Ndemufayo